Notícias

Live transmitida na manhã de quarta-feira (5) contou com média de 250 acessos simultâneos e já tem cerca de 800 visualizações 

Na manhã da última quarta-feira, 5 de maio, estreou na TV CRCPR o mais novo projeto da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR), a Escola Técnica CRCPR. Por meio do canal oficial do Conselho no YouTube, serão disponibilizados, sempre às quartas-feiras, de forma gratuita, conteúdos de caráter exclusivamente técnico, assegurando atualização profissional constante para a classe contábil paranaense. Os conteúdos podem ser apresentados em forma de lives ou de vídeos gravados. 

Nesta transmissão de estreia, o presidente do CRCPR, Laudelino Jochem, recebeu em transmissão ao vivo o delegado da Receita Federal em Curitiba, Marcos Vinícius Rinaldi, e o auditor fiscal Leudemir Dias dos Santos, para tirar dúvidas dos profissionais da contabilidade quanto ao preenchimento da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2021, cuja entrega foi prorrogada até 31 de maio. 

Segundo Rinaldi, a expectativa da Receita é de que aproximadamente 2,12 milhões de declarações sejam entregues por contribuintes do Paraná e pelo histórico dos anos anteriores, espera-se que cerca de 60% das declarações tenham imposto a restituir.  

“Este ano o programa e as regras da declaração têm poucas novidades este ano, mas uma delas tem gerado bastante polêmica: o auxílio emergencial”, comentou. Ele esclareceu que devido a alterações das regras ao longo de 2020 sobre quem poderia receber o benefício, um considerável número de cidadãos que não seriam elegíveis, acabaram recebendo o auxílio e terão que devolver o dinheiro ao Ministério da Cidadania. “Aqueles que receberam auxílio emergencial para enfrentamento da pandemia em qualquer valor, indevidamente, e outros rendimentos tributáveis em valor anual superior a R$ 22.847,76, e que estão, portanto, obrigados a declarar, poderão fazer a devolução ao Ministério da Cidadania por meio da Declaração de IR”, disse, ao explicar que houve um acordo entre o Ministério e a Receita Federal para ajudar esses contribuintes a regularizar a situação. “Quem já fez a devolução por meio de guia emitida diretamente no site do Ministério da Cidadania pode, no entanto, desconsiderar o DARF que o programa da declaração emite automaticamente”, informou. 

Rinaldi também falou sobre a conta gov.br, funcionalidade que vem sendo implementada para desburocratizar e facilitar o acesso dos cidadãos aos serviços do Governo Federal. Segundo ele, o contribuinte que já tem uma conta com nível ouro ou prata de segurança e que tenham habilitado fator duplo de autenticação tem acesso à Declaração Pré-Preenchida, com dados da declaração do ano anterior, das prestadoras de serviços de saúde, das fontes pagadoras e das imobiliárias.  

A seguir, o auditor fiscal Leudemir Dias dos Santos, destacou a importância de realizar doações dedutíveis, em espécie, aos fundos controlados pelos Conselhos Nacional, Distrital, estaduais ou municipais dos Direitos – fundos controlados pelos Conselhos da Criança e Adolescente e pelos Conselhos dos Idosos. 

Nos minutos finais da live o presidente Jochem repassou aos convidados algumas das inúmeras dúvidas que a audiência enviou por meio do chat da transmissão. 

No dia 12/5, Atualização em Substituição Tributária é tema da próxima palestra da Escola Técnica CRCPR 

No dia 12/5, dando sequência aos conteúdos da Escola Técnica do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR), acontece a palestra sobre "Atualização em Substituição Tributária", com o advogado tributarista, José Julberto Meira Junior. O evento será transmitido ao vivo e gratuitamente pela TV CRCPR (canal do Conselho no Youtube) das 9h às 10h. 

Para mais detalhes, clique aqui. Para inscrever-se, clique aqui

Reprodução permitida, desde que citada a fonte.