Whatsapp Logo Quadrado

Notícias

Na Boca Maldita, região central da capital paranaense, a sexta-feira, 29/4, foi dia de conscientizar contribuintes que entregam declaração de imposto de renda no modelo completo a fazerem o bem usando parte do imposto devido para ajudar crianças, adolescentes e idosos. A ação DOA CURITIBA!, realização conjunta do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR), Fundação de Ação Social (FAS) e entidades que integram a Rede do Terceiro Setor de Curitiba, teve início às 10h30 e contou com voluntários e funcionários das instituições organizadoras para prestar orientações à população sobre como fazer a destinação do imposto de renda dentro do próprio programa da Receita Federal.

Na abertura do atendimento ao público, o presidente do CRCPR, Laudelino Jochem, e o vice-presidente de Relações Sociais, Narciso Dóro Júnior, recepcionaram as autoridades que marcaram presença na tenda disponibilizada pela Prefeitura. O primeiro a chegar foi o delegado da Receita Federal do Brasil em Curitiba, Marcus Vinicius Rinaldi, demonstrando o compromisso da instituição com o programa que permite, no ato do preenchimento da declaração de ajuste anual do imposto de renda, a destinação, em âmbito federal, estatual ou municipal, de até 6% do imposto devido para Fundos da Infância e da Adolescência e para Fundos do Idoso, com um teto de 3% para cada modalidade, a critério do contribuinte. 

"Destinar imposto de renda devido é uma maneira inteligente de fazer com o que os tributos que pagamos revertam em benefícios diretos para as comunidades em que vivemos. Por que deixar todo o imposto que a gente paga ir direto para os cofres do governo federal, se temos a possibilidade de ajudar projetos que beneficiam as pessoas do nosso convívio?" questionou o presidente do CRCPR, Laudelino Jochem. "E como contadores, temos um importante papel a cumprir na conscientização de nossos clientes quanto à importância desse gesto", afirmou.