Notícias

Um dos destaques debatidos é o início das atividades fiscalizatórias nas delegacias de Colombo e Cianorte

No dia 10 de maio, a Divisão de Fiscalização do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR) promoveu mais uma rodada de treinamentos com os conselheiros das Câmaras de Fiscalização, Ética e Disciplina. O tema foi a resolução do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) 1.603/2020, com foco na regra de transição definida pela Resolução CFC 1614/21. Também foi abordado o comparativo da dosimetria da pena nos casos processos sujeitos à regra de transição; o arquivamento de processos quando ocorrer a regularização até o prazo para apresentação de defesa e a gradação das penas éticas considerando a reincidência do autuado.  

Ainda no âmbito da Fiscalização do CRCPR, no dia 5 de maio, estiveram reunidos o vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina, Jefferson Paulo Martins, o vice-presidente de Desenvolvimento Regional, Osvaldo dos Santos, o delegado do CRCPR em Cianorte, Luiz Carlos Bernabe, a delegada do CRCPR em Colombo, Kelly Menegari, o diretor superintendente, Gerson Borges de Macedo e o gerente de fiscalização, Fabrizio Guimarães. O assunto debatido foi o início das atividades fiscalizatórias nas delegacias de Colombo e Cianorte, na oportunidade o vice-presidente de Fiscalização reportou informações iniciais sobre os trabalhos a serem desenvolvidos, bem como, destacou que as citadas delegacias constam na programação do Plano de Trabalho para o exercício de 2021. Na sequência, Fabrizio Guimarães explicou a natureza operacional da fiscalização, a qual será realizada de forma eletrônica. Deu-se enfoque que a fisc-e é realizada em duas etapas, a primeira fase é de natureza informativa para ser cumprida no prazo de 10 dias. Já a segunda fase é a de “carregamento” da documentação selecionada randomicamente, ocasião em que o prazo de 10 dias é renovado. Entre os dias 6 e 12 de maio foi programado o envio de Ofício Circular, através de e-mail, comunicando o início da fisc-e aos profissionais das respectivas regiões. No dia 17, os inspetores fiscais iniciarão a fiscalização através da plataforma fisc-e.